PLANO
INDIVIDUAL

Mensal

R$ 33,90

Anual com desconto

R$ 406,80

Sem carência para emergências e atendimento de urgência

Plano
Empresarial

Mensal

R$ 22,90

A partir de 3 vidas

Possibilidade de isenção de carência. Inclui documentação Ortodôntica

Ligação gratuita
Fale com um consultor:

(11) 4003-3644

Nós ligamos para você


* Apenas para pessoa física

Coberturas

Coberturas

Emergências e Urgência

Tratamento de canal

Restauração

Extração de siso

Obturação

Limpeza

Cirurgias

Documentação

Exames

RECEBER LIGAÇÃO
plano ortodôntico

plano ortodôntico

plano ortodôntico

Realize tratamento com aparelho dentário com plano ortodôntico é mais simples!

É muito comum ver crianças e adolescentes utilizando aparelhos dentários. Essa área da odontologia, realizada sob a supervisão e acompanhamento de um especialista, o ortodontista, é utilizado para corrigir ossos maxilares e a disposição das dentições na arcada dentária. Geralmente, o quadro aponta para deformações ou posições inadequadas na boca, atrapalhando a estética, a fala e até mesmo a mastigação.

O grande foco dos aparelhos ortodônticos é proporcionar um sorriso alinhado e bonito ao usuário, mantendo a saúde bucal em primeiro plano. Afinal de contas, muitos indivíduos que sofrem com as dentições tortas, apresentam outros problemas de saúde relacionados, por exemplo dificuldades respiratórias e de deglutição. Por isso, a cobertura de plano ortodôntico está presente em vários convênios dentários no país.

Como funciona o plano ortodôntico? Entenda suas vantagens

Com apoio de um plano ortodôntico, os pacientes podem descobrir o mais cedo possíveis problemas de má oclusão. Normalmente, após uma rápida análise, radiografias e fotografias, o dentista consegue identificar a situação e realizar o diagnóstico. Para saber exatamente qual o grau de deformação da arcada dentária, o especialista também faz o mapeamento da boca por meio de um molde de gesso. Somente após essa etapa, o ortodontista chega ao caso clínico e decidirá então, qual o tratamento mais indicado.

O plano ortodôntico é algo muito específico, exatamente por esta razão não se enquadra em grande parte dos planos odontológicos disponíveis. Vale a pena sempre analisar essa cobertura antes de contratar o serviço das operadoras. Confira a seguir como saber se você ou alguém da sua família é “candidato” a usar aparelho dental:

  • diastema: o paciente apresenta falhas e espaços, que ocorreram pela falta do desenvolvimento adequado dos dentes;

  • mordida cruzada anterior: acontece quando a arcada superior se localiza muito atrás da inferior;

  • mordida cruzada: normalmente, ao morder, a arcada inferior se posiciona mais à frente da superior;

  • mordida aberta: fique atento aos espaços entre as superfícies laterais ou frontais;

  • desvio de linha mediana: neste caso, não há alinhamento entre a arcada superior e a inferior;

  • apinhamento: pessoas com arcada dentária pequena, com espaço insuficiente para acomodar a dentição.

plano ortodôntico

Plano ortodôntico: usar aparelho fixo ou móvel?

Pode pedir para qualquer criança que você conhece e até mesmo a algum adolescente, ou jovem-adulto. A maioria, com certeza, já desejou em colocar aparelho ortodôntico. Há uns que desejam tanto que até já pediram aos pais para ganhar um aparelho de presente. Coisa de criança, que viu o amiguinho usar e quer ser igual, ainda mais quando o colega da escola aparece todo dia com borrachinhas de cores diferentes.

Apesar da fama dos aparelhos entre a garotada, seu uso deve ser orientado e prescrito por um especialistas. O modismo fez com que muitos jovens colocassem aparelho sem precisar, e isso gera problemas graves de saúde. No entanto, quando bem assessorado, o paciente terá apenas ganhos à saúde bucal com o tratamento oferecido pelo plano ortodôntico.

Além do mais, é o ortodontista quem recomenda o uso de aparelho fixo ou móvel. O primeiro período do tratamento é a correção das dentinas, ou seja, corrigir a posição na arcada dentária chamado de alinhamento e nivelamento. A próxima fase é a do encaixe da mordida e da oclusão. Neste caso, o especialista pode orientar para o uso de acessórios desde molas a ajuste ou elásticos. Passada essa fase, é hora de realizar a correção estética, que varia conforme o tipo de rosto e formato dentário. E pensar que depois de todo esse trabalho, ainda há a parte mais importante do processo: a manutenção do aparelho.

Plano ortodôntico: fase de adaptação

Para muitas pessoas, especialmente para quem já passou da infância e da juventude, utilizar aparelho dental é muito desagradável. Sem dúvida, a adaptação é a parte mais difícil, porque apesar dos avanços e alta tecnologia presente nos procedimentos, os ajustes feitos no consultório regularmente, provocam dor e desconforto. Lógico que, com o passar do tempo, ainda mais com apoio de um plano ortodôntico, os pacientes se acostumam e o tratamento fica mais tranquilo.

Além das consultas para manter a funcionalidade do aparelho, o usuário precisa redobrar os cuidados com a saúde bucal. Quando a higienização bucal é deixada em segundo plano, os alimentos se acumulam nos bráquetes (peças coladas aos dentes) e o risco das cáries aumenta. Sem falar nos outros problemas, como periodontite (doenças na gengiva) e desenvolvimento das tão temidas manchas nos dentes.

Conheça as categorias de aparelho

Como dissemos no tópico anterior, há dois tipos de aparelho: o fixo e o móvel. Nesse sentido, há diversas variáveis. Conheça um pouco sobre os aparelhos e saiba quais deles estão incluídos no pacote do plano ortodôntico contratado.

O aparelho fixo pode ser comum. Este modelo é desenvolvido por bandas fixadas ao redor dos dentes. O foco é fazer uma ligação ao aparelho. Além do mais, a ligação é realizada também pelos bráquetes, na parte externa do dente. Nas crianças, essas peças podem ser coloridas, fazendo a diversão dos pequenos. Já os adultos preferem os bráquetes transparentes.

Outro tipo bastante utilizado é o fixo estético. Levando em consideração que quem passa a utilizar aparelho não quer que o mesmo seja notado, este modelo uniu a tecnologia à necessidade dos usuários mais exigentes e preocupados com o visual. Muito discreto, o aparelho fixo estético é pequeno e quase imperceptível. Isso porque, os bráquetes são feitos de porcelana, quase na tonalidade dos dentes. No entanto, há uma grande desvantagem neste modelo, por isso é pouco usado no plano ortodôntico: o custo é bastante alto se comparado aos demais. No mais, também é preciso reforçar a higiene bucal, para evitar o acúmulo de resíduos.

Aparelhos móveis auxiliam desenvolvimento ósseo adequado

A fase de dentina de leite é fundamental para o desenvolvimento ósseo. Este momento é crucial para que as dentições permaneçam na posição adequada, sem ficar desalinhados ou tortos. Após análise clínica, que pode ser feita pelo especialista em consulta do plano ortodôntico, este tipo de aparelho é indicado para prevenir o problema antes que ele se instale na boca.

Parece um aparelho sem muita essencialidade, mas é um dos mais relevantes no momento de reabilitação. Se não tiver utilização contínuo do paciente e visitas regulares ao dentista, o problema se agrava e, bem provavelmente, o tratamento será ainda mais longo com uso de aparelho fixo.

Há ainda o aparelho autoligado. A principal característica desta categoria é não fazer utilização dos elásticos, as famosas borrachinhas. Os bráquetes possuem um dispositivo próprio fixado do fio ao dente. Um dos grandes benefícios deste modelo é a redução de atrito entre fio e bráquete. Resultado: tempo menor de tratamento. A parte negativa é o preço mais elevado, e também, por isso, pouca abrangência no plano ortodôntico.

Outro aparelho disponível aos pacientes é o invisível, chamado de alinhador. Seu principal foco é fazer a correção dos dentes usando placas removíveis de acetato. Geralmente, este aparelho dental é indicado para casos mais simples, na correção de alinhamento. Diferente dos demais, o alinhador não tem bráquetes, tampouco fios. Com tanto conforto é o sonho da maioria dos pacientes. O problema é o custo elevado, que afasta essa alternativa de vários convênios dentários com cobertura para plano ortodôntico.

Existe também o aparelho lingual. O próprio nome já indica, este modelo fica em contato com a língua. Os bráquetes são fixados na parte interna das dentições, ficando praticamente invisíveis. A estética neste tipo de aparelho é totalmente preservada, por outro lado é importante focar na limpeza da boca.

Ortodontia especializada e progressiva

Outro ponto que merece destaque é o progresso na área da ortodontia. Hoje em dia, os aparelhos dentários estão cada vez mais discretos e leves, garantindo, além da eficácia do tratamento, qualidade de vida ao usuário. Confira a seguir as principais categorias dos aparelhos ortodônticos e suas indicações:

  • preventivos: estes aparelhos são usados para amenizar a má oclusão, bem como problemas com o encaixe entre os dentes;

  • pré-protéticos: pessoas que perderam dentes naturais e precisam movimentar os demais, fazem uso deste aparelho. Normalmente, os pacientes já possuem próteses e implantes dentários;

  • corretivos: neste caso, o problema já está instalado. Os aparelhos mais completos são usados para tratar a má oclusão e encaixe imperfeito da dentição;

  • interceptivos: o aparelho é usado para impedir que os problemas de má oclusão avancem;

  • orto-cirúrgicos: essa modalidade é bastante complexa, pois ocasionam problemas graves de má oclusão que afetam os ossos da face.

plano ortodôntico

Coberturas de plano ortodôntico: saiba como funciona esse método

Se ter acesso a um plano de saúde odontológico é fundamental, imagine as facilidades de contar com a inclusão desta cobertura, ou seja, o plano ortodôntico. No entanto, na hora de contratar os trabalhos, confira as modalidades do procedimento. Algumas operadoras oferecem a cobertura completa, ou seja, o paciente pode contar com a aplicação do aparelho e manutenção do tratamento. Já, em determinados convênios é coberto apenas a manutenção que ocorre mensalmente, sem pagar o aparelho. Outro tipo de cobertura faz o contrário: realiza somente a aplicação, mas não fornece a manutenção regular.

Essas regras são variadas, porque cada operadora decide se será viável ou não realizar a cobertura. Como os demais casos, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) regula e fiscaliza as normas dos convênios ortodônticos contratados país afora. Devido a tantos benefícios e diferenciais, a concorrência entre as operadoras é alta, e vale a pena o consumidor pesquisar sobre os tipos de cobertura oferecidos e a variação de custos.

Limpeza da cavidade da bucal: atenção redobrada com aparelho

A manutenção da higienização oral é essencial para que as dentições cresçam saudáveis e bonitos e se mantenham com boa aparência e fortes ao longo da vida. Quem tem plano odontológico consegue manter uma rotina de visitas ao dentista, auxiliando muito na saúde oral. Quando há indicação de aparelho, ter um plano ortodôntico também é um diferencial para ajudar no tratamento, reduzindo despesas durante o período.

Porém, de forma geral, a higienização dentária é imprescindível em qualquer idade, com ou sem aparelhos dentais. O fato é, que usuários que exibem os famosos sorrisos metálicos, precisam redobrar os cuidados com a higiene. Confira as dicas para manter a limpeza em dia e evitar problemas ainda maiores:

  • fio dental é obrigatório para todos: recurso importantíssimo em qualquer situação, para quem utiliza aparelhos, é indicado também os rosqueadores de fio e escovas de dente interdental;

  • bochechos com flúor: nem todas as pessoas fazem uso do enxaguante bucal, mas no caso dos pacientes com aparelho dental, é algo obrigatório. Afinal, o bochecho vai ajudar a eliminar os restos de alimentos que permanecem entre os bráquetes, ajudando na redução das manchas nos dentes;

  • Escovação todo santo dia e no capricho: quem usa aparelho nos dentes tem que reforçar a escovação. Além disso, o ideal é usar cremes dentais com flúor e escovas com cerdas bem macias;

  • protetores bucais: pessoas que utilizam aparelho dental e praticam esportes devem recorrer aos protetores para evitar ferimentos na boca e na gengiva.

Prevenção e plano ortodôntico

Mesmo com tanto acesso a informações, muitas pessoas não frequentam o dentista regularmente. Um número grande de brasileiros apenas marca a consulta quando o dente inicia a doer ou surge um incômodo na boca. Essa falta de manutenção e cuidados preventivos ocorre por inúmeros motivos, entre eles, desleixo, falta de dinheiro para arcar com os gastos ou medo do dentista.

Os convênios odontológicos foram criados para melhorar a assistência à saúde bucal e incentivar os indivíduos a frequentarem o dentista regularmente. A ortodontia preventiva também tem este papel, com foco no diagnóstico rápido e eficaz da má oclusão. O plano ortodôntico faz parte deste pacote, oferecendo ao beneficiário atendimento que poderá corrigir a tempo situações mais graves. Alguns usuários que usufruem do plano ortodôntico não chegam, por exemplo, a utilizar aparelhos fixos.

O plano ortodôntico preventivo pode ser usado por toda a família. Geralmente, na dentição decídua e mista, desenvolvida dos três aos 12 anos, é quando surgem os primeiros problemas de oclusão, determinantes para a colocação do aparelho. Mas indivíduos de todas as idades podem melhorar a saúde bucal com a aplicação do tratamento adequado.

Além do mais, ao visitar o odontologista periodicamente, já se faz odontologia de prevenção. Muitas pessoas possuem problemas de má formação dentária e sonham em colocar aparelhos para corrigir as imperfeições. Mas, nem sempre essa é melhor indicação. A ortodontia preventiva consegue, por meio de procedimentos simples, evitar até mesmo o uso de aparelhos apenas com pequenas intervenções.

Transição de hábitos alimentares que você precisa fazer!

Quem precisa colocar aparelho dental tem que encarar o início de um tratamento geralmente chato e desconfortável. Não tem outra alternativa. Mesmo que o aparelho seja o mais discreto e anatômico possível, ter algo puxando e pressionando a dentina requer adaptação. Mas não é só isso. Ao utilizar o aparelho os indivíduos necessitam deixar de lado algumas rotinas, principalmente alimentares. Orientar os pacientes frente às mudanças que virão, deve ser uma das preocupações do dentista, seja ele credenciado a um plano ortodôntico ou da rede particular.

Isso porque, alguns cuidados na escolha das alimentos irá auxiliar na preservação do aparelho e, consequentemente, na manutenção do tratamento. Quanto menos bráquetes quebrados ou deslocados, melhor. Para evitar esse momento incômodo, quem utiliza aparelho deve deixar de lado comidas crocantes. Esqueça balas, nozes, pé-de-moleque, pipoca, torresmo e até o milho cozinho, aquele da espiga, vendido no litoral e queridinho dos turistas. Essa lista de alimentos é inimiga dos aparelhos, porque podem estragar o bráquete.

Outro tipo de comidas que devem ficar fora da sua cozinha são os grudentos. Por mais que o beneficiário capriche na escovação, será difícil tirar todos os restos de chiclete, caramelo, jujuba e pirulito. Além disso, esses doces não são recomendáveis para ninguém, nem para os que não usam aparelhos. O melhor é evitá-los pois, geram placa bacteriana e estragam o sorriso.

Uma dica fundamental, muito comentada no consultório e por profissionais especializados: quem usa aparelho deve consumir frutas em fatias menores; não se recomenda morder diretamente no formato natural. Às vezes, uma deliciosa maçã pode realizar um grande estrago, danificando o aparelho e soltando o fio ortodôntico.

É realmente importante investir em plano ortodôntico?

Quanto mais cedo um problema de má oclusão for mencionado, mais eficaz e rápido será o procedimento. Neste quesito, é papel do usuário buscar também um serviço de odontologia especializado, com atendimento capaz de oferecer os melhores recursos e resultados. Atualmente, o acesso ao plano ortodôntico é uma das maneiras de conciliar qualidade nos procedimentos corretivos e preço acessível.

Os especialistas habilitados, aptos a atender plano ortodôntico, são especialistas na área e podem oferecer ao beneficiário alguns serviços diferenciados. Na outra ponta, o usuário necessita manter a atenção com a saúde bucal, evitando o consumo de certos alimentos (mencionados acima neste artigo) e investindo na higiene adequada.

Quem usa aparelho dental sabe que os procedimentos são longos, geralmente levam de um a três anos. Neste momento, o paciente de um plano ortodôntico terá que fazer várias visitas ao dentista, para consultas de manutenção. Os gastos com o convênio, quando existe a cobertura, possibilitam que os usuários façam planejamento e consiga economizar. Os usuários que não optaram pelo plano ortodôntico, terão que arcar com os custos de um dentista particular.

plano ortodôntico

Plano ortodôntico: saiba os mitos e verdades

A primeira coisa que vêm à cabeça das pessoas quando recebem o diagnóstico para a utilização do aparelho ortodôntico é: será mesmo que vai doer e até quando terei que permanecer com o tratamento? Não é possível responder essa pergunta de maneira exata, até porque, o tempo e a intensidade da dor variam de paciente para paciente. No entanto, há situações bastante comuns à maioria das pessoas, e uma delas é: quanto mais cedo colocar o aparelho, mais rápida será a melhora.

Por isso, sempre batemos na tecla de que é muito fundamental levar as crianças ao odontologista ainda nos primeiros anos de vida. Algumas famílias, mais preocupadas, investem na contratação de convênios dentários com cobertura de plano ortodôntico. Este é um ponto positivo para manter a saúde oral sobre todos os aspectos, inclusive no procedimento preventivo, quando se percebe na infância, problemas como mordida cruzada e aberta.

Apesar de tudo isso, é mito pensar que o aparelho ortodôntico funciona melhor em uma dentição ou outra. Seja no período das dentições decíduos (de leite) ou permanentes, o plano ortodôntico irá atender as necessidades do paciente, com resultados tanto preventivos como corretivos. O que realmente faz diferença no sucesso do procedimento é uma indicação correta do dentista, aliada às consultas mensais e cuidados com a limpeza diária.

Na sequência, veja outros mitos e verdades sobre o tratamento:

  • uma grande verdade: a manutenção do aparelho é feita somente no consultório com um ortodontista;

  • um grande mito é acreditar que quanto mais apertado estiver o aparelho, mais fará o efeito desejado. Isso não tem nada a ver com o sucesso do tratamento, aliás, pode até prejudicar a arcada dentária;

  • É verdade que um tempo após a retirada do aparelho, os dentes podem voltar a ficar tortos. Isso ocorre porque a oclusão está sempre em movimento e, neste momento, que os pacientes percebem a importância do aparelho de contenção. É preciso usá-lo após a retirada do aparelho ortodôntico, mas infelizmente, muitos pacientes não seguem as orientações e pagam o preço;

  • é verdade que pessoas que começam a usar aparelho sentem dificuldade na fala, contudo, é algo passageiro;

  • é mentira que todos os aparelhos são iguais e servem para a mesma coisa e que a cola que prende os bráquetes danifica os dentes. O que estraga os dentes são a falta de escovação.

Sorriso saudável com plano ortodôntico

Em muitos convênios odontológicos, a cobertura de plano ortodôntico já é uma realidade. Inclusive, para muitos clientes, ter acesso a este diferencial nos planos de assistência à saúde é imprescindível. Na década de 70, o sorriso metálico era visto somente em crianças e adolescentes, parecia uma regra.

Nos dias de hoje a realidade é outra, e facilmente encontramos pacientes menores de cinco e até senhores com mais de 80 com sorriso metálico. As facilidades de pagamento e o acesso ao procedimento, por meio do plano ortodôntico, fortaleceu a área da ortodontia e fez com que o número de pessoas interessadas nos procedimentos aumentasse. Hoje, o sorriso metálico com indicação correta é fundamental para conquistar a autoestima e a qualidade de vida.

Regiões onde atendemos

  • Aclimação
  • Bela Vista
  • Bom Retiro
  • Brás
  • Cambuci
  • Centro
  • Consolação
  • Higienópolis
  • Glicério
  • Liberdade
  • Luz
  • Pari
  • República
  • Santa Cecília
  • Santa Efigênia
  • Vila Buarque
  • Brasilândia
  • Cachoeirinha
  • Casa Verde
  • Imirim
  • Jaçanã
  • Jardim São Paulo
  • Lauzane Paulista
  • Mandaqui
  • Santana
  • Tremembé
  • Tucuruvi
  • Vila Guilherme
  • Vila Gustavo
  • Vila Maria
  • Vila Medeiros
  • Água Branca
  • Bairro do Limão
  • Barra Funda
  • Alto da Lapa
  • Alto de Pinheiros
  • Butantã
  • Freguesia do Ó
  • Jaguaré
  • Jaraguá
  • Jardim Bonfiglioli
  • Lapa
  • Pacaembú
  • Perdizes
  • Perús
  • Pinheiros
  • Pirituba
  • Raposo Tavares
  • Rio Pequeno
  • São Domingos
  • Sumaré
  • Vila Leopoldina
  • Vila Sonia
  • Aeroporto
  • Água Funda
  • Brooklin
  • Campo Belo
  • Campo Grande
  • Campo Limpo
  • Capão Redondo
  • Cidade Ademar
  • Cidade Dutra
  • Cidade Jardim
  • Grajaú
  • Ibirapuera
  • Interlagos
  • Ipiranga
  • Itaim Bibi
  • Jabaquara
  • Jardim Ângela
  • Jardim América
  • Jardim Europa
  • Jardim Paulista
  • Jardim Paulistano
  • Jardim São Luiz
  • Jardins
  • Jockey Club
  • M'Boi Mirim
  • Moema
  • Morumbi
  • Parelheiros
  • Pedreira
  • Sacomã
  • Santo Amaro
  • Saúde
  • Socorro
  • Vila Andrade
  • Vila Mariana
  • Água Rasa
  • Anália Franco
  • Aricanduva
  • Artur Alvim
  • Belém
  • Cidade Patriarca
  • Cidade Tiradentes
  • Engenheiro Goulart
  • Ermelino Matarazzo
  • Guianazes
  • Itaim Paulista
  • Itaquera
  • Jardim Iguatemi
  • José Bonifácio
  • Moóca
  • Parque do Carmo
  • Parque São Lucas
  • Parque São Rafael
  • Penha
  • Ponte Rasa
  • São Mateus
  • São Miguel Paulista
  • Sapopemba
  • Tatuapé
  • Vila Carrão
  • Vila Curuçá
  • Vila Esperança
  • Vila Formosa
  • Vila Matilde
  • Vila Prudente
  • São Caetano do sul
  • São Bernardo do Campo
  • Santo André
  • Diadema
  • Guarulhos
  • Suzano
  • Ribeirão Pires
  • Mauá
  • Embu
  • Embu Guaçú
  • Embu das Artes
  • Itapecerica da Serra
  • Osasco
  • Barueri
  • Jandira
  • Cotia
  • Itapevi
  • Santana de Parnaíba
  • Caierias
  • Franco da Rocha
  • Taboão da Serra
  • Cajamar
  • Arujá
  • Alphaville
  • Mairiporã
  • ABC
  • ABCD
  • Bertioga
  • Cananéia
  • Caraguatatuba
  • Cubatão
  • Guarujá
  • Ilha Comprida
  • Iguape
  • Ilhabela
  • Itanhaém
  • Mongaguá
  • Riviera de São Lourenço
  • Santos
  • São Vicente
  • Praia Grande
  • Ubatuba
  • São Sebastião
  • Peruíbe

Estados onde atendemos

  • Rio de Janeiro
  • São Gonçalo
  • Duque de Caxias
  • Nova Iguaçu
  • Niterói
  • Belford Roxo
  • São João de Meriti
  • Campos dos Goytacazes
  • Petrópolis
  • Volta Redonda
  • Magé
  • Itaboraí
  • Mesquita
  • Nova Friburgo
  • Barra Mansa
  • Macaé
  • Cabo Frio
  • Nilópolis
  • Teresópolis
  • Resende
  • Belo Horizonte
  • Uberlândia
  • Contagem
  • Juiz de Fora
  • Betim
  • Montes Claros
  • Ribeirão das Neves
  • Uberaba
  • Governador Valadares
  • Ipatinga
  • Santa Luzia
  • Sete Lagoas
  • Divinópolis
  • Ibirité
  • Poços de Caldas
  • Patos de Minas
  • Teófilo Otoni
  • Sabará
  • Pouso Alegre
  • Barbacena
  • Varginha
  • Conselheiro Lafeiete
  • Araguari
  • Itabira
  • Passos
  • Serra
  • Vila Velha
  • Cariacica
  • Vitória
  • Cachoeiro de Itapemirim
  • Linhares
  • São Mateus
  • Colatina
  • Guarapari
  • Aracruz
  • Viana
  • Nova Venécia
  • Barra de São Francisco
  • Santa Maria de Jetibá
  • Castelo
  • Marataízes
  • São Gabriel da Palha
  • Domingos Martins
  • Itapemirim
  • Afonso Cláudio
  • Alegre
  • Baixo Guandu
  • Conceição da Barra
  • Guaçuí
  • Iúna
  • Jaguaré
  • Mimoso do Sul
  • Sooretama
  • Anchieta
  • Pinheiros
  • Pedro Canário
  • Bertioga
  • Caraguatatuba
  • Cubatão
  • Guarujá
  • Ilhabela
  • Itanhaém
  • Mongaguá
  • Riviera de São Lourenço
  • Santos
  • São Vicente
  • Praia Grande
  • Ubatuba
  • São Sebastião
  • Peruíbe
  • São José dos campos
  • Campinas
  • Jundiaí
  • Sorocaba
  • Indaiatuba
  • São José do Rio Preto
  • Itatiba
  • Amparo
  • Barueri
  • Ribeirão Preto
  • Marília
  • Louveira
  • Paulínia
  • Bauru
  • Valinhos
  • Bragança Paulista
  • Araraquara
  • Americana
  • Atibaia
  • Taubaté
  • Araras
  • São Carlos
  • Itupeva
  • Mendonça
  • Itu
  • Vinhedo
  • Marapoama
  • Votuporanga
  • Hortolândia
  • Araçatuba
  • Jaboticabal
  • Sertãozinho
  • Curitiba
  • Londrina
  • Maringá
  • Ponta Grossa
  • Cascavel
  • São José dos Pinhais
  • Foz do Iguaçu
  • Colombo
  • Guarapuava
  • Paranaguá
  • Araucária
  • Toledo
  • Apucarana
  • Pinhais
  • Campo Largo
  • Almirante Tamandaré
  • Umuarama
  • Paranavaí
  • Piraquara
  • Cambé
  • Sarandi
  • Fazenda Rio Grande
  • Paranavaí
  • Francisco Beltrão
  • Pato Branco
  • Cianorte
  • Telêmaco Borba
  • Castro
  • Rolândia
  • Joinville
  • Florianópolis
  • Blumenau
  • Itajaí
  • São José
  • Chapecó
  • Criciúma
  • Jaraguá do sul
  • Lages
  • Palhoça
  • Balneário Camboriú
  • Brusque
  • Tubarão
  • São Bento do Sul
  • Caçador
  • Concórdia
  • Camboriú
  • Navegantes
  • Rio do Sul
  • Araranguá
  • Gaspar
  • Biguaçu
  • Indaial
  • Mafra
  • Canoinhas
  • Itapema
  • Porto Alegre
  • Caxias do Sul
  • Pelotas
  • Canoas
  • Santa Maria
  • Gravataí
  • Viamão
  • Novo Hamburgo
  • São Leopoldo
  • Rio Grande
  • Alvorada
  • Passo Fundo
  • Sapucaia do Sul
  • Uruguaiana
  • Santa Cruz do Sul
  • Cachoeirinha
  • Bagé
  • Bento Gonçalves
  • Erechim
  • Guaíba
  • Cachoeira do Sul
  • Santana do Livramento
  • Esteio
  • Ijuí
  • Alegrete
  • Recife
  • Jaboatão dos Guararapes
  • Olinda
  • Caruaru
  • Petrolina
  • Paulista
  • Cabo de Santo Agostinho
  • Camaragibe
  • Garanhuns
  • Vitória de Santo Antão
  • Igarassu
  • São Lourenço da Mata
  • Abreu e Lima
  • Santa Cruz do Capibaribe
  • Ipojuca
  • Serra Talhada
  • Araripina
  • Gravatá
  • Carpina
  • Goiana
  • Belo Jardim
  • Arcoverde
  • Ouricuri
  • Escada
  • Pesqueira
  • Surubim
  • Palmares
  • Bezerros
  • Salvador
  • Feira de Santana
  • Vitória da Conquista
  • Camaçari
  • Itabuna
  • Juazeiro
  • Lauro de Freitas
  • Ilhéus
  • Jequié
  • Teixeira de Freitas
  • Alagoinhas
  • Barreiras
  • Porto Seguro
  • Simões Filho
  • Paulo Afonso
  • Eunápolis
  • Santo Antônio de Jesus
  • Valença
  • Candeias
  • Guanambi
  • Jacobina
  • Serrinha
  • Senhor do Bonfim
  • Dias d'Ávila
  • Luís Eduardo Magalhães
  • Itapetinga
  • Irecê
  • Campo Formoso
  • Casa Nova
  • Brumado
  • Bom Jesus da Lapa
  • Conceição do Coité
  • Itamaraju
  • Itaberaba
  • Cruz das Almas
  • Ipirá
  • Santo Amaro
  • Euclides da Cunha
  • Fortaleza
  • caucacia
  • Juazeiro do Norte
  • Maracanaú
  • Sobral
  • Crato
  • Itapipoca
  • Maranguape
  • Iguatu
  • Quixadá
  • Canindé
  • Pacajus
  • Crateús
  • Aquiraz
  • Pacatuba
  • Quixeramobim
  • São Luís
  • Imperatriz
  • São José de Ribamar
  • Timon
  • Caxias
  • Codó
  • Paço do Lumiar
  • Açailândia
  • Bacabal
  • Balsas
  • Barra do Corda
  • Teresina
  • São Raimundo Nonato
  • Parnaíba
  • Picos
  • Uruçuí
  • Floriano
  • Piripiri
  • Campo Maior
  • Goiânia
  • Aparecida de Goiânia
  • Anápolis
  • Rio Verde
  • Luziânia
  • Águas Lindas de Goiás
  • Valparaíso de Goiás
  • Trindade
  • Formosa
  • Novo Gama
  • Itumbiara
  • Senador Canedo
  • Catalão
  • Jataí
  • Planaltina
  • Caldas Novas
  • Campo Grande
  • Dourados
  • Três Lagoas
  • Corumbá
  • Ponta Porã
  • Cuiabá
  • Várzea Grande
  • Rondonópolis
  • Sinop
  • Tangará da Serra
  • Cáceres
  • Sorriso
  • Manaus
  • Parintins
  • Itacoatiara
  • Manacapuru
  • Coari
  • Centro Amazonense
  • Belém
  • Ananindeua
  • Santarém
  • Marabá
  • Castanhal
  • Parauapebas
  • Itaituba
  • Cametá
  • Bragança
  • Abaetetuba
  • Bragança
  • Marituba